Sarampo

O que é sarampo?

É uma doença viral, aguda (sintomas aparecem de forma súbita e somem em geral em 7 dias), facilmente transmissível e potencialmente grave. Pode afetar pessoas de todas as idades, porém crianças menores de 1 ano são as mais susceptíveis e podem evoluir para quadros graves.

 

Por que o Brasil está com surto de sarampo?

Após surto de sarampo em 2015, nosso país recebeu certificado da Organização Pan-Americana da Saúde de eliminação da circulação do vírus.

No entanto, este ano, brasileiros não vacinadas entraram em contato com pessoas infectadas na Venezuela e assim, um novo surto iniciou-se.

Sintomas do Sarampo

O quadro inicia com febre alta (acima de 38,5 graus), olhos vermelhos (conjuntivite), coriza, tosse e dor de cabeça.

Após 2 a 4 dias do início dos sintomas, aparecem manchas rosadas na pele. Elas surgem primeiro atrás das orelhas e face e vão se disseminando para o restante do corpo.

Estes sintomas duram em torno de 7 dias, quando a febre vão diminuindo até desaparecer e as manchas rosas vão se tornando escuras e adquirem um aspecto de descamação (semelhante a farinha ou areia).

Complicações Graves do Sarampo

O sarampo é uma doença que baixa a resistência e a imunidade do hospedeiro. Assim, durante o quadro agudo da doença, a pessoa está susceptível a pegar outras infecções bacterianas ou até mesmo por outros vírus. Assim, as principais complicações são infecções secundárias, como otite, diarréia e pneumonia

Ainda, em alguns casos o vírus do sarampo dissemina-se pelo corpo causando infecção em diversos órgãos, inclusive no cérebro (encefalite).

 

Como o sarampo é transmitido?

A transmissão do sarampo ocorre de forma direta (de uma pessoa para outra), através de secreções expelidas na fala, tosse e espirros. A pessoa começa a transmitir o vírus em torno de 4 a 6 dias antes do início das manchas no corpo.

 

Prevenção

A única forma eficaz de prevenção é a VACINAÇÃO!

A vacina do sarampo é de vírus vivo atenuado e está disponível em duas formas:

  • Tríplice viral (SCR): contra sarampo, caxumba e rubéola
  • Tetra viral (SCR-V): contra sarampo, caxumba, rubéola e varicela (catapora)

Qual o esquema de vacinação recomendado pela Sociedade Brasileira de Pediatria e Brasileira de Imunização?

Para ser considerado protegido, todos têm que ter recebido 2 doses da vacina na vida, com intervalo mínimo de 1 mês a partir dos 12 meses de vida.

  • Crianças de 12 meses a menores de 5 anos de idade: uma dose aos 12 meses (tríplice viral) e outra aos 15 meses de idade (tetra viral).
  • Crianças, adolescentes e adultos que não tomaram vacina ou não tem comprovação: duas doses da vacina com intervalo de 1 a 2 meses

O Programa Nacional de Imunizações fornece gratuitamente a vacina da seguinte forma:

A primeira dose desta vacina é aplicada aos 12 meses de idade, e a segunda dose aos 15 meses (quando é utilizada a vacina combinada à vacina varicela [tetraviral: SCR-V]). Também podem se vacinar gratuitamente indivídos até 29 anos (duas doses, com intervalo mínimo de 30 dias) e indivíduos entre 30 e 49 anos (uma dose).

E quem já teve sarampo? Precisa vacinar?

Indivíduos com história pregressa de sarampo são considerados imunizados contra as doenças, mas é preciso certeza do diagnóstico. Na dúvida, recomenda-se a vacinação.

Não devem receber a vacina:

  • Gestantes
  • Pessoas usando medicamentos imunossupressores ou com imunodeficiência primárias devem consultar o seu especialista
  • Casos suspeitos de sarampo
  • Bebês menores de 6 meses

Quem tem alergia a ovo pode vacinar?

Sim! A vacina tem quantidade mínima de ovo, e assim, mesmo quem tem alergias graves têm risco mínimo de reação anáfilatica.

Onde a vacina pode ser encontrada?

  • Nas Unidades Básicas de Saúde, duas doses para pessoas de 12 meses a 29 anos. Uma dose para adultos entre 30 e 49 anos. Eventualmente, em caso de surtos, o Ministério da Saúde (MS) pode realizar campanhas de vacinação para crianças a partir de 6 meses de vida. Esta dose “extra” não substitui as duas doses recomendadas no esquema de vacinação.
  • Nas clínicas privadas, está disponível para a vacinação de crianças a partir de 12 meses, adolescentes e adultos de qualquer idade.
  • Do dia 6 a 31 de agosto, o Ministério da Saúde realizará a Campanha de Vacinação contra Poliomielite e Sarampo. Não deixe de atualizar a sua carteira de vacina e da sua família!

 

Tratamento

Não existe medicação específica contra o sarampo.

Em crianças, é possível realizar vitamina A para diminuir o risco de complicações graves.

 

Fonte: Sociedade Brasileira de Imunização / Ministério da Saúde

 

 

 

 

 

Principais Dúvidas sobre Vacinação

Como as vacinas funcionam?

Para entender o mecanismo das vacinas precisamos entender como adquirimos imunidade contra micro-organismos:

  • O primeiro contato com vírus/bactérias/fungos/parasitas inicia a produção de anticorpos específicos. Nesse momento, a resposta é lenta e não tão efetiva.
  • Após a produção de anticorpos específicos, a resposta imunológica torna-se altamente eficaz, o que culminará com a eliminação do patógeno
  • Também, são produzidos anticorpos de memória contra aquele bicho específico, ou seja, que permanecerão em nosso corpo por longos períodos. Em caso de novo contato com o micro-organismos, esses serão os anticorpos ativados.
  • Assim, em um segundo contato, devido aos anticorpos de memória, a resposta imunológica é muito mais rápida, levando a eliminação do micro-organismo até mesmo antes dos sintomas se manifestarem

A vacina contém uma proteína específica do vírus ou bactéria e assim, quando inoculado em nosso organismo, ele já o reconhece e inicia a produção dos anticorpos específicos. Dessa forma, quando em contato direto com o micro-organismo, a resposta será muito mais rápida e eficiente.

Continuar lendo “Principais Dúvidas sobre Vacinação”

Vacina contra Gripe

A vacina contra Gripe é realizada no início do período de maior circulação do vírus, ou seja, no outono/inverno.

Para saber mais sobre os sinais e sintomas da Gripe confira o Post completo sobre Gripe.

Do que protege?

Protege contra o vírus Influenza, causador da Gripe.

Existem dois tipos de vacina contra gripe: trivalente e quadrivalente.

  • Trivalente: protege contra 3 subtipos do vírus, 2 cepas do vírus A e 1 cepa do vírus B
  • Quadrivalente: protege contra 4 subtipos do vírus, 2 cepas do vírus A e 2 cepas do vírus B

Continuar lendo “Vacina contra Gripe”

Vacina contra HPV

O que é HPV?

O Papilomavírus humano, mais conhecido como HPV, é um vírus que causa verrugas genitais e cancêr de colo de útero. É transmitido sexualmente.

Existem mais de 100 subtipos do Papilomavírus humano, entretanto, alguns são predominantes em causar verrugas e outros câncer de colo de útero, sendo os principais:

  • HPV-6 e HPV-11: verrugas genitais
  • HPV-16 e HPV-18: câncer de colo de útero

Continuar lendo “Vacina contra HPV”