Teste de Contato: Patch teste

O PATCH TEST também denominado teste de contato é considerado o padrão-ouro no diagnóstico da dermatite de contato alérgica.

A dermatite de contato é definida como uma resposta inflamatória na pele, resultante da exposição tópica de substancias externas.

Clinicamente, a dermatite de contato se caracteriza pelo aparecimento de um eczema localizado na região do corpo em contato com agente externo causador.

Em uma fase aguda pode provocar:

  • Prurido (coceira)
  • Eritema (vermelhidão)
  • Edema (inchaço)
  • Vesículas (pequenas bolhas)

A dermatite de contato acontece pela ação de substâncias sobre a pele que funcionam como irritantes primários (dermatite de contato irritativa) ou substancias que provocam lesões por mecanismos de hipersensibilidade (dermatite de contato alérgica).

Continuar lendo “Teste de Contato: Patch teste”

Higiene do Ambiente: Parte Fundamental no Tratamento das Alergias

Realizar a higiene do ambiente faz parte do tratamento das alergias respiratórias

A alergia é a reação exacerbada de uma pessoa a proteínas do meio ambiente. As proteínas principais que levam a sintomas respiratórios e nasais são os inalantes, que incluem ácaros, fungos, barata, epitélio de cães e gatos.

    Assim, parte do tratamento das alergias é evitar esses alérgenos, principalmente dentro de casa!

 

Higiene ambiental e sua importância nas alergias

Continuar lendo “Higiene do Ambiente: Parte Fundamental no Tratamento das Alergias”

Imunoterapia


A imunoterapia com alérgenos, também chamada de vacina para alergia, é uma forma de tratamento utilizada há mais de 50 anos com o objetivo de diminuir a sensibilidade de pessoas que se tornaram alérgicas a determinadas substâncias.

Como funciona?

    O tratamento consiste na aplicação de alérgeno ao qual o paciente é sensível em doses crescentes por um período de tempo que é variável (3- 5 anos). A imunoterapia induz uma série de alterações na resposta imune que estão associadas à melhora clínica. 

Alergia é uma reação do sistema imunológico. Uma das apresentações mais comuns de alergia é caracterizada pela formação de anticorpos de uma determinada classe de proteína, chamada de imunoglobulina E (IgE). Estes anticorpos são específicos para componentes (alérgenos) do ambiente, como os ácaros da poeira, pólens, fungos, alimentos e insetos. 

A imunoterapia procura reduzir o grau de sensibilização (nível de anticorpos IgE) impedindo reações alérgicas graves como a anafilaxia e interfere na inflamação característica da rinite alérgica e da asma brônquica levando a uma melhora perceptível na qualidade de vida do paciente. 

     A Organização Mundial de Saúde recomenda a imunoterapia como uma forma de tratamento comprovadamente eficaz nas doenças alérgicas. É o único tratamento capaz de modificar a história natural da doença proporcionando o controle da doença.

Continuar lendo “Imunoterapia”

Teste de Punctura (Prick-test)

 É um teste utilizado desde 1924, seguro e de fácil execução, sendo o mais utilizado na prática clínica dos alergistas.

Como é feito?

É feito no antebraço do paciente: pingamos uma gota com o extrato da substância que queremos investigar e com uma lanceta raspamos levemente a pele. É indolor, a sensação é de uma pressão discreta na derme. Em 15 minutos é feito a leitura e já temos o resultado!
 
Extrato no antebraço do paciente

 Leve raspagem na pele 

Pra que serve?

Falamos no post sobre Alergia Alimentar como desenvolvemos alergia e enfatizamos a presença da Imunoglobulina E (IgE), que é uma das moléculas responsáveis pelos sintomas alérgicos.
Assim, o teste identifica se o paciente produz IgE contra determinada proteína, assim, nos diz se o paciente é sensibilizado a elas, confirmando o diagnóstico de alergia quando associado aos sintomas.
Pode ser feito para inalantes (ácaros, poeira doméstica, fungos, epitélio de cão, gato), alimentos (leite de vaca, amendoim, ovo, camarão, entre outros) e até medicações, como amoxicilina.
Formação de pápulas, indicando presença de IgE

 Agende sua consulta conosco! Realizamos o prick-test em nosso consultório.

Dermatite Atópica

Dermatite atópica (eczema atópico) é uma doença crônica que ocorre com maior frequência em crianças, mas também afeta muitos adultos. É frequentemente associada com elevação dos níveis de Imunoglobulina E no sangue e uma história pessoal ou familiar de rinite e/ou asma.

Tem uma patogênese complexa envolvendo fatores genéticos, imunológicos e ambientais que levam a uma barreira da pele disfuncional, associado a desregulação do sistema imunológico.

Continuar lendo “Dermatite Atópica”