Refluxo: quando é normal e quando é doença?

Refluxo é frequente em bebês pequenos devido a imaturidade do esôfago (órgão que liga a boca ao estômago). É importante diferenciar o que é doença e o que é normal, pois nem todos os bebês com refluxo vão necessitar de tratamento com medicamentos.

 

O que é refluxo?

Refluxo gastro-esofágico é caracterizado pelo retorno do alimento do estômago para o esôfago e boca. É um fenômeno que em crianças saudáveis dura menos de 3 minutos e pode ocorrer várias vezes ao dia sem causar incômodo. Nesses casos, chamamos o Refluxo de Fisiológico, pois é um fenômeno natural do corpo humano.

Em alguns casos, o refluxo pode levar a sintomas e complicações. Nesses casos, é chamado de Doença do Refluxo Gastro-esofágico (DRGE). A DRGE é uma doença frequente em crianças, de caráter benigno e com boa evolução, mas que podem causar grande incômodo ao bebê e familiares.

 

Os principais sintomas em bebês são:

  • Vômitos ou regurgitações frequentes associado a:
    • Ganho de peso insuficiente
    • Irritabilidade
    • Choro excessivo
    • Distúrbios do sono
    • Eructações excessivas
  • Outros sintomas mais raros são: pneumonias de repetição, tosse, rouquidão

Em bebês os sintomas de refluxo aparecem nos primeiros meses de vida e melhoram em 80% dos casos por volta dos 12 a 18 meses.

Alguns bebês têm risco aumentado de ter DRGE:

  • Alteração neurológica
  • Obesidade
  • Algumas síndromes genéticas
  • Atresia esofágica
  • Doenças pulmonares crônicas
  • Prematuridade

 

Os principais sintomas em crianças são:

  • Dor em queimação no peito
  • Vômitos
  • Irritabilidade
  • Diminuição do apetite
  • Dor e dificuldade para engolir
  • Outros sintomas mais raros: pneumonias de repetição, tosse, rouquidão, erosão dos dentes

 

Quando é Refluxo Fisiológico?

Se a criança não fica incomodada (irritada, chorosa) com os vômitos e regurgitações, apresenta ganho de peso adequado e desenvolvimento normal o refluxo é fisiológico, ou seja, normal.

O Refluxo pode acontecer em bebês saudáveis pela imaturidade do esfíncter esofágico interno (EEI), cuja função é impedir o retorno do alimento do estômago para o esôfago. conforme o bebê cresce, o esfíncter amadurece e passa a desenvolver sua função de forma eficaz, diminuindo assim, a quantidade de vômitos e regurgitação.

DRGE1
O Refluxo Fisiológico é caracterizado pelo retorno do conteúdo gástrico para o esôfago devido a uma imaturidade do Esfíncter esofágico inferior.

O acompanhamento com Pediatra é importante para diferenciar o que é doença do que é normal!

 

E a regurgitação? O que é?

É o retorno do alimento sem esforço e não-projetado, diferente do vômito. Ocorre diariamente em 50% dos bebês menores de 3 meses. Resolve espontaneamente aos 12 a 14 meses de vida e não causa desconforto e incômodo.

Bebês que usam fórmula infantil têm mais refluxo?

Não!

A DRGE e o refluxo fisiológico acometem igualmente bebês em fórmula infantil ou no seio materno.

 

Que medidas podem ajudar a melhorar os sintomas?

Em bebês:

  • Diminuir o volume das mamadas em bebês que usam fórmula infantil
  • Fórmulas com espessante
  • Cabeceira elevada a 30 graus e manutenção da criança ereta no período pós-mamada por aproximadamente 30 minutos

Crianças e Adolescentes:

  • Perda de peso nos casos de obesidade
  • Modificações na dieta, como chocolate, tomate, café e alimentos ricos em gordura devem ser evitados
  • Dormir com a cabeça da cama elevada e deitado para o lado esquerdo
  • Evitar consumo de álcool e tabagismo

 

Medicamentos para DRGE

Tratamento medicamentoso deve ser realizado com supervisão médica e acompanhamento e consiste de medicamentos que inibem a secreção ácida proveniente do estômago:

  1. Inibidores da bomba de próton, como omeprazol, esomeprazol, lanzoprazol
  2. Antagonistas do receptor H2, como ranitidina

 

DRGE pode ser causado por Alergia a Proteína do Leite de Vaca?

Sim!

Uma parcela dos bebês com DRGE vão ser alérgicos a proteína do leite de vaca. Nesses casos, o diagnóstico é feito através da retirada da proteína do leite de vaca da dieta do bebê e avaliação da melhora ou não dos sintomas.

A reintrodução do leite de vaca deve ser feita para confirmar a alergia: caso os sintomas retornem, está feito o diagnóstico.

Lembrando que dieta de restrição alimentar deve ser feita com acompanhamento médico! Existem fórmulas e orientações específicas para as alergias alimentares!

 

 

Fonte: 

  • Artigo de Revisão: Refluxo gastroesofágico. Rocksane C. Norton1, Francisco J. Penna. Jornal de Pediatria – Vol. 76, Supl.2, 2000
  • ESPGHAN/NASPGHAN 2009

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s