Vacina contra HPV

O que é HPV?

O Papilomavírus humano, mais conhecido como HPV, é um vírus que causa verrugas genitais e cancêr de colo de útero. É transmitido sexualmente.

Existem mais de 100 subtipos do Papilomavírus humano, entretanto, alguns são predominantes em causar verrugas e outros câncer de colo de útero, sendo os principais:

  • HPV-6 e HPV-11: verrugas genitais
  • HPV-16 e HPV-18: câncer de colo de útero

 

Qual a finalidade da vacina para HPV?

O objetivo da vacina é combater os principais Papilomavírus humano, com o intuito de diminuir a incidência do câncer de colo de útero nas mulheres, que é o quarto tipo de câncer mais comum no sexo feminino. Apesar de mais raro, os mesmos subtipos podem causar no homem câncer de ânus ou de pênis.

Lembrando que mesmo que o homem não desenvolva a doença, a transmissão do vírus para a mulher pode acontecer.

 

Eficácia da Vacina

Sabemos que a vacinação tem eficácia de 98% se realizada em pessoas que nunca foram expostas ao vírus, antes do início da vida sexual. Por isso, a faixa etária ideal para vacinação é de 9 a 13 anos.

No entanto, a Sociedade Brasileira de Pediatria, a Sociedade Brasileira de Imunizações (SBIm) e a Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia (Febrasgo) recomendam a vacinação de meninas e mulheres de 9 a 45 anos de idade e meninos e jovens de 9 a 26 anos.

Quando administradas em mulheres mais velhas que já foram expostas ao HPV a eficácia cai para 44%.

Nos homens nunca expostos ao HPV a eficácia chega a 90%

 

A Vacina

Existem duas vacinas disponíveis hoje:

  • Quádrupla: protege contra os subtipos HPV-6, HPV-11, HPV-16 e HPV-18
  • Bivalente: protege contra os subtipos HPV-16 e HPV 18

A vacina quádrupla protegerá contra verrugas genitais (condiloma) e câncer, enquanto a bivalente agirá contra o câncer.

O vírus é inativo, ou seja, morto, assim pode ser realizado em pessoas com imunodeficiências primárias ou secundárias.

São preconizadas 3 doses da vacina:

  • Quádrupla: feito uma dose e dois reforços após 2 e 6 meses
    • Alguns países têm feito o reforço após 6 meses e 5 anos
  • Bivalente: feito uma dose e dois reforços após 1 e 6 meses

 

Segurança e Efeitos Colaterais

A vacina segura, sem efeitos colaterais importantes.

Alguns efeitos colaterais como dor no local de aplicação, dor de cabeça e náuseas no dia da aplicação podem acontecer. Compressas frias aliviam a reação no local da aplicação.

 

Contra-indicações

Gestantes e pessoas que apresentaram anafilaxia após receber uma dose da vacina ou a algum de seus componentes.

Antes de se vacinar, a mulher deve ter certeza de que não está grávida. Contudo, se a vacina for aplicada sem que se saiba da gravidez, nenhuma intervenção se faz necessária. Quando a gestação tem início antes de o esquema estar completo, deve-se suspender a vacinação e retomá-la após o parto.

Em caso de febre, adie a realização da vacina até que haja melhora do quadro.

Fornecido Gratuitamente pelo Ministério da Saúde

O Ministério da Saúde fornece a vacina quádrupla, que protege contra os 4 principais sorotipos, para:

  • Meninas de 9 a 13 anos, idealmente devem ser vacinadas com 10 anos: duas doses com intervalo de 6 meses
  • Meninos de 12 a 13 anos: duas doses com intervalo de 6 meses
  • Meninas de 14 anos que não tomaram a vacina ou não completaram o esquema vacinal
  • Portadores do vírus HIV de 9 a 26 anos: três doses

Apesar da recomendação de ser feita três doses para todas as faixas etárias e sexo, independente da doença de base, o ministério fornece duas doses para os adolescentes e três doses para os portadores do vírus HIV.

 

Por que vacinar meninos?

Estudos em países que adotaram a vacinação em meninos mostraram uma diminuição importante da circulação do vírus na população geral, contribuindo para a diminuição da incidência de câncer de útero e vulva em mulheres.

Além disso, a vacina também protege os meninos de câncer de pênis, ânus e verrugas genitais, que apesar de menos frequentes são doenças passíveis de prevenção com a vacina.

vacinaparahpv
Campanha para Vacinação contra o HPV

 

Fonte: Ministério da Saúde / Sociedade Brasileira de Imunizações 

 

 

 

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s